Para atletas: como evitar e tratar a dor no nervo ciático

O nervo ciático provoca uma das dores que mais atrapalha a performance do atleta na hora da prática de atividade física. Saiba como evitar e tratar essa lesão.

evitar e tratar a dor no nervo ciático

Há muitos tipos de dores conhecidas dos atletas, mas a dor que pode surgir no nervo ciático é considerada uma das piores quando se fala em desenvoltura na atividade esportiva, isso porque o nervo se localiza na base da estrutura do corpo humano, como veremos a seguir.

O nervo ciático nasce na base da medula espinhal, ou seja, começa na espinha inferior e é considerado o maior nervo do corpo humano, sendo o responsável por grande parte do sistema nervoso sensitivo, motor e das articulações das pernas e pés.

Só por aí, quem é atleta já sabe que uma lesão deste nervo pode atrapalhar - e muito! - o desempenho.

Agora, imagine que o nervo ciático passa pela parte posterior das coxas, descendo pelo joelho até os pés. Isso é importante saber para entender que a dor neste nervo é, comumente, uma inflamação do mesmo, que geralmente é sentida por uma fisgada nas coxas dos atletas.

Onde esta inflamação pode acontecer:

  • dentro do canal da espinha, ou seja, no meio das vértebras, a medula espinhal está localizada;
  • em outros pontos do corpo, uma vez que, como já visto, o nervo passa por todos os membros inferiores, alcançando músculos, tendões e, até mesmo, a fáscia, aquela proteção dos músculos.

Se o atleta costuma sentir esta dor, é preciso buscar ajuda, pois a dor geralmente é o sintoma desta inflamação e, se for o caso, ela precisa ser corrigida imediatamente.

O tratamento para as inflamações é prescrito por médicos, mas o atleta pode - e deve, claro - buscar cuidar sempre do ciático, prevenindo, assim, a inflamação.

Como tratar nervo ciático

Antes de qualquer outra coisa, uma das práticas que todo atleta precisa ter em mente (antes, durante e, até mesmo, depois das atividades físicas), é contrair o abdômen.

O core, como é conhecida a musculatura profunda do abdômen, é o que vai compensar a força que muitos atletas, de maneira equivocada, fazem na coluna, prejudicando, assim, o ciático.

A recomendação é que o atleta busque a ajuda de um profissional, seja o treinador ou o fisioterapeuta, para que aprenda a realizar corretamente os movimentos, evitando, assim, piorar a situação.

Massagem, com especialista

O core fortalecido é sinal de coluna ereta, pois a parte da frente do corpo sustenta a detrás e não o contrário. Há, ainda, outras práticas que são fundamentais para evitar e aliviar a dor no nervo ciático, e que atuam na prevenção das dores e inflamações.

Práticas para prevenir e aliviar a dor

  • Pilates;
  • Fisioterapia;
  • RPG (reeducação postural global);
  • Perda de peso - pois influencia diretamente no fortalecimento do core;
  • Massagem, com especialista (encontre um profissional certificado), a fim de aliviar a pressão.

Tendo visto o que é bom para alívio das dores ciáticas, o que é bom para nervo ciático mesmo é evitar forçar a coluna, durante a execução dos movimentos. E, para isso, é importante estar sempre orientado por um especialista no seu esporte, trazendo segurança e confiança, aumentando o desempenho e mantendo a saúde em dia.

Esporte só é bom quando traz benefícios para o corpo, lembre-se disso.

Material enviado com sucesso!

Em alguns instantes você vai receber os materiais na caixa de entrada do seu e-mail. Caso não receba, lembre-se de conferir o SPAM ou Lixo eletrônico.

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário