Como organizar e planejar um Triathlon?

Natação, ciclismo e corrida: tudo em um único evento. Este é o triathlon. Quer saber por onde começar a organizar um evento deste tipo? Continue a leitura!

Organizar triathlon

Também conhecido por Triatlo, a modalidade é composta pela natação, ciclismo e corrida, exatamente nesta ordem e sem intervalos para descanso.

A modalidade foi criada num clube de atletismo em San Diego, nos Estados Unidos, no ano de 1974, quando o técnico decidiu que durante as férias os atletas iriam precisar treinar duas modalidades juntas, o ciclismo e a natação.

O teste deu certo, tendo sido aprovado pelos atletas, que passaram a participar de tal desafio todo ano, após o retorno das férias.

Com o decorrer do tempo, algumas mudanças foram ocorrendo e novas regras foram criadas para a competição que, somente nos anos de 2000, passou a integrar o quadro olímpico.

Como organizar um Triathlon?

Para começar, nós trouxemos uma dica bem interessante: caso você, organizador, esteja pensando em planejar um evento dessa modalidade agora, em meio à pandemia do coronavírus, saiba que existe um Guia Especial para auxiliar nesse planejamento.

Nele, constam medidas de segurança que precisam ser tomadas, de acordo com as recomendações da OMS e com base no Guia da ITU (União Internacional de Triathlon).

Local

Para planejar uma competição desse porte, é necessário que a cidade onde acontecerá o evento ofereça espaços amplos, com possibilidade de executar todas as etapas da prova, sem interferir muito no trânsito da cidade e nem prejudicar direta ou indiretamente os atletas.

Em outras palavras, o mar ou o rio para prova de natação precisa oferecer um espaço amplo em sua margem, para que os atletas possam organizar os equipamentos para o Triathlon, como deixar suas bicicletas e apetrechos para a corrida à disposição nas áreas de transição.

Outro ponto importante em relação à cidade que sediará o evento esportivo é que precisa contar com uma rede hoteleira para oferecer suporte adequado aos atletas, organizadores, voluntários e visitantes que necessitam de estadia.

Documentos e ofícios

Após a escolha do local, é preciso confirmar dia e horário e, para isso, é preciso comparecer até a Prefeitura Municipal e, junto à Secretaria de Esporte local, emitir todos os ofícios necessários para que a competição esteja dentro dos trâmites legais.

Neste momento, as autorizações precisam ser requeridas para que as ruas e alguns locais possam ser fechados durante a competição, como praias, ruas para o ciclismo e a corrida.

É importante lembrar que essa autorização precisa ser prolongada, afinal, o espaço não será utilizado apenas no dia do evento, mas também nos dias que antecedem a data oficial, para a organização, montagem dos equipamentos e infraestrutura.

Segurança

Além da segurança física dos atletas e de todo o público, é dever da organização oferecer equipes médicas e pontos de hidratação específicos ao longo do percurso.

Para isso, a infraestrutura deve estar bem planejada, com ambulâncias à disposição e muitos voluntários no decorrer do percurso.

A segurança física, como já mencionamos, é fundamental como em qualquer outro evento esportivo. As equipes contratadas precisam estar preparadas para intervir, caso alguém que não seja atleta invada a pista de prova ou tente aproximação com os competidores.

Organização financeira

Por ser um evento de grande estrutura e com muitos custos, é fundamental que eles sejam devidamente contabilizados. Conseguir patrocínio pode ser uma solução para você.

Geralmente, as lojas da cidade escolhida compram a ideia da competição e investem como patrocinadores e financiadores, ou seja, alguns podem injetar dinheiro diretamente para que, ao final do campeonato, os lucros sejam divididos entre os principais envolvidos.

Infraestrutura

Diferentemente de outras competições, essa modalidade costuma envolver muitos atletas de distintas regiões e até países, por isso a necessidade de uma estrutura tão completa.

É preciso oferecer um lock space perto do local de início da prova, onde o atleta possa guardar suas coisas pessoais em segurança, como capacete, óculos e touca para natação, por isso as cabines pequenas e numeradas devem ser em número suficiente.

Neste mesmo sentido, é necessário que haja espaço e suporte para que os competidores possam guardar suas bikes até o horário de início da corrida, num lugar apropriado com correntes e segurança.

Ainda em relação à bike, uma boa infraestrutura precisa disponibilizar equipe e apetrechos básicos para mudanças e manutenções necessárias, como pneus furados, problemas com a correia, etc.

Não é necessário, mas pode proporcionar uma experiência melhor aos competidores e alavancar a boa impressão do evento entre a mídia, caso seja possível a criação de um espaço com esteiras para que os competidores possam treinar no dia que antecede a prova.

Marcações

A empresa contratada para efetuar as marcações precisa ser profissional, com ótimas referências e reputação, uma vez que toda competição é realizada e examinada de acordo com as marcações.

Sendo assim, é preciso extremo cuidado com a sinalização do distanciamento durante todo o trajeto da prova.

A comissão responsável precisa conferir minuciosamente as distâncias e as placas, assim como o isolamento de todo o espaço reservado para a prova.

Ingressos e inscrições

Os preços referentes aos ingressos e inscrições são baseados de acordo com todas as provas de Triathlon nacionais e mundiais.

Claro que você pode estabelecer seu próprio preço, mas não é permitido um valor muito inferior, nem muito superior ao preço médio, definido de acordo com a WTC (World Triathlon Corporation).

Para deixar o seu evento muito mais sofisticado, organizado e causar boa impressão, procure por plataformas de vendas de ingressos online.

Através de uma plataforma completa, você consegue manter a organização e emitir relatórios em tempo real, analisando a quantidade de ingressos vendidos, pagos e em aberto.

Como é a comissão organizadora do Triathlon?

Talvez iniciar o planejamento e a organização de um evento do porte de um Triatlo sozinho seja possível.

Mas, a partir de uma determinada etapa, é necessária a realização de comitês em que cada setor ficará responsável pela execução de uma etapa da organização.

Trouxemos a nomenclatura de alguns comitês, apenas os mais básicos e realmente necessários, de acordo com a CBTri (Confederação Brasileira de Triathlon).

Veja só!

1.  Comissão de Administração e Finanças - CAF.

2.  Comissão Técnica - COTEC.

3.  Comissão de Arbitragem e Cronometragem - COAR.

4.  Comissão de Segurança - COSEG.

5.  Comissão Médica - COMED.

Existem outras comissões e cada uma possui as suas funções específicas que devem ser realizadas, de acordo com as normas e regras da CBTri.

Material enviado com sucesso!

Em alguns instantes você vai receber os materiais na caixa de entrada do seu e-mail. Caso não receba, lembre-se de conferir o SPAM ou Lixo eletrônico.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário