Treino em esteira de velocidade, força e emagrecimento

Você com certeza já viu uma esteira ergométrica. Para quem pratica atividades físicas, ela é um dos melhores aliados para adquirir força, velocidade — e também perder alguns quilinhos. Conheça exemplos de treinos na esteira.

Treino na esteira

Um dos maiores benefícios de treinar na esteira é a possibilidade de exercitar-se em qualquer circunstância, ou seja, mesmo que esteja chovendo ou que esteja muito forte o calor do sol, ao ar livre. Ainda assim, você não precisa deixar de praticar sua atividade física.

A esteira ergométrica consiste em um equipamento versátil e está presente nas academias, salas de ginástica de condomínios e pode estar até mesmo em um cômodo da sua casa.

É um dos aparelhos de atividade física mais populares e o seu uso é capaz de aumentar a resistência física, queimar gordura e desenvolver vários grupos musculares, como pernas, costas, abdômen e glúteos.

Para começar a fazer o seu treino na esteira, mantenha a postura com ombros em linha reta com as costas e o abdômen firme e contraído, avançando aos poucos a velocidade e o tempo de exercício, sempre respeitando os limites do seu corpo.

Lembre-se que, dependendo do seu objetivo, existe um tempo ideal para fazer esteira e uma velocidade específica. Mas, se você deseja melhorar a sua velocidade, resistência ou perder alguns quilinhos, confira agora algumas dicas de como melhorar os seus treinos.

3 dicas para treinar melhor na esteira

1.  Aumente a inclinação da esteira

Para quem busca melhorar o desempenho em corrida, o treino de velocidade na esteira inclinada vai intensificar a dificuldade e ajudar a tonificar a musculatura. E, além de trabalhar as coxas, panturrilhas e glúteos, auxilia na perda de calorias.

Essa inclinação deve ser colocada aos poucos para o atleta se adaptar e deve ser regulada por um profissional, visto que a mudança pode sobrecarregar a coluna do praticante.

O ideal é realizar outros exercícios em conjunto a esteira para aumentar a resistência dessas regiões, como o pilates

2.  Desafie-se em uma nova velocidade

Além de acelerar o gasto calórico, correr em uma velocidade que desafie a sua zona de conforto vai gerar avanço no condicionamento físico, influenciando na resistência do sistema cardiorespiratório.

No entanto, para aumentar a velocidade do seu treino na esteira, é necessário estar atento à frequência cardíaca e condições corporais, como dores crônicas e desconfortos como cãimbras.

3.  Intercale a esteira com outros aparelhos na academia

Além de tirar você da monotonia de quando pratica somente um exercício, mesclar a esteira com outros aparelhos de atividade física irá facilitar no atingimento do seu objetivo.

Isso acontece porque cada equipamento vai melhorar uma região do seu corpo e prepará-la para receber uma carga cada vez maior de tempo de exercício e intensidade.

A melhor maneira de se exercitar é realizar treinos combinados entre resistência, força e alongamento.

Qual a velocidade da esteira para emagrecer e melhorar o desempenho físico?

O ideal é que a velocidade seja decidida pelo personal ou educador físico que o acompanha. Ela dependerá do seu condicionamento físico.

O mesmo serve para treinamentos voltados à melhora de velocidade ou resistência. Treinar por conta própria pode gerar lesões graves e até mesmo prejudicar a sua saúde. Consulte sempre um especialista.

Desafiar a sua zona de conforto é necessário, mas sem exageros. Não se canse de uma vez e treine recuperando o seu corpo, isso poderá ajudá-lo a não desistir dos seus objetivos.

Se você treina sem o auxílio de profissionais, tente evoluir devagar, com aumentos graduais em tempo de treino, velocidade e inclinação.

Material enviado com sucesso!

Em alguns instantes você vai receber os materiais na caixa de entrada do seu e-mail. Caso não receba, lembre-se de conferir o SPAM ou Lixo eletrônico.

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário