Canelite: como evitar e tratar a inflamação

A canelite é uma inflamação comum em corredores. Entenda quais as causas para esse mal, como evitar e como tratar, caso já esteja sofrendo com essas dores.

Canelite

Você já ouviu falar de canelite? Se está envolvido no mundo esportivo, com certeza já escutou esse nome, mas será que sabe o que é isso? De maneira resumida, é uma lesão bastante comum em corredores iniciantes, causada pelo excesso de treino.

É normal que quem está apenas começando a correr acabe se empolgando e indo além do que o corpo pode aguentar, afinal, ainda está aprendendo a reconhecer os sinais que o corpo dá para indicar que está chegando ou ultrapassando os limites.

Canelite - causas:

Essa inflamação que ocorre na canela, também conhecida por periostite, pode atingir a tíbia, os tendões ou músculos que cercam a região da canela. E pode acontecer por alguns motivos diferentes, tendo vários sintomas indicativos.

O mais correto a fazer quando tiver canelite é ir ao médico, mas há algumas coisas que você pode fazer antes de ter canelite para prevenir esse incômodo.

Para começar, o tipo de pisada e de tênis que você usa podem influenciar diretamente em como a sua canela reage ao peso colocado nela. Converse com um treinador ou um ortopedista para entender melhor o seu corpo e qual tipo de tênis e amortecimento são ideais para você. Isso com certeza irá reduzir as chances de lesão.

Além disso, o tipo de chão em que você está correndo pode levar a lesões na canela, principalmente para corredores iniciantes. Superfícies mais duras, como o asfalto e concreto são mais prejudiciais do que terrenos como terra batida, grama e areia dura.

Outros motivos que podem levar à canelite são:

  • Inchaço nos músculos e tendões que cobrem a tíbia;
  • Ter pés chatos ou arcados;
  • Estresse nas pernas.

Canelite - sintomas:

Não há uma longa lista de sintomas para a canelite. Ela se resume, basicamente, em dores na canela, inchaço e sensibilidade ao toque.

Canelite - como tratar e prevenir:

Como mencionado anteriormente, a melhor maneira de tratar a canelite é com ajuda médica. Se você repousar e os sintomas de dor não passarem, é hora de procurar auxílio profissional para diagnosticar o problema e receber a melhor opção de tratamento.

Você pode consultar com um clínico geral, ortopedista ou reumatologista para tratar da canelite e, independente do médico que você for, é bom já chegar preparado, com uma lista de sintomas, quando eles começaram, o que ajuda a aliviar e o que faz piorar as dores.

Estar preparado para dar essas informações ao médico vai ajudar o profissional a diagnosticar com maior facilidade e precisão.

A cura para a canelite envolve:

  • Uso de anti-inflamatório para canelite: estes irão rapidamente diminuir a dor e inflamação e, provavelmente, será a primeira medida tomada pelo médico;
  • Fisioterapia: essa é uma prática que talvez não seja necessária em todos os casos, mas ajuda muito a ter uma recuperação rápida e mais eficiente;
  • Compressa gelada: o frio reduz a inflamação e alivia a dor;
  • Alongamento e aquecimento: antes de todo e qualquer exercício, o indivíduo deve se alongar e aquecer, para preparar o corpo, melhorar a flexibilidade e evitar sobrecarregar os músculos da perna;
  • Repouso: a princípio, é necessário passar alguns dias em completo repouso. O ideal é que os treinos sejam retomados apenas após uma segunda consulta com o médico;
  • Criação de treinos adequados: quando já estiver apto a voltar a treinar, certifique-se de ter um profissional ajudando você a criar um treino mais leve e adequado para a sua situação.

Por outro lado, se você não desenvolveu a canelite, mas deseja saber como preveni-la, aqui estão algumas dicas:

  • Calçados adequados;
  • Técnica de corrida;
  • Alongamento e aquecimento (sim, tanto para curar quanto para prevenir);
  • Conhecer seus limites e respeitar o próprio corpo;
  • Ter orientação profissional.

Ao contrário do que alguns podem pensar, a canelite não se dá exclusivamente em corredores iniciantes ou sedentários. Atletas profissionais - principalmente os que praticam corrida de rua - também podem sofrer com esse mal se não tiverem cuidados adequados.

Quando em quadro grave, a recuperação da canelite será mais difícil, então a partir do momento que você sentir dores agudas, pare um pouco e preste atenção no seu corpo. Quanto antes você notar os sinais, mais rápida será a recuperação e mais rápido será possível voltar a treinar.

Material enviado com sucesso!

Em alguns instantes você vai receber os materiais na caixa de entrada do seu e-mail. Caso não receba, lembre-se de conferir o SPAM ou Lixo eletrônico.

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário