Conheça formas de como usar bandana no ciclismo

Um acessório que ciclistas usam muito é a bandana na cabeça, para evitar que o suor escorra pelo rosto, tornando o treino ainda melhor. Mas será que essa é a única utilidade da bandana no ciclismo?

Como usar bandana ciclismo

Quem pratica ciclismo sabe que é preciso se proteger do sol, do vento e das imprevisibilidades do clima. Para essa tarefa, a bandana é uma ótima aliada, porque protege o ciclista, além de poder ser usada de diversas formas na região da cabeça.

Para que serve a bandana no ciclismo?

A proteção dada pela bandana é especialmente para o couro cabeludo, contra queimaduras solares e contra qualquer sujeira que possa vir na sua direção durante a prática esportiva.

Na verdade ela não é indicada só para o ciclismo, mas para qualquer esporte ao ar livre: montanhismo, corrida de montanha, trilha, escalada e pesca, por exemplo. Por ajudar a conter o suor, também é uma boa ideia para quem pratica atividades em academia ou mesmo no dia a dia.

Mas se tratando de ciclismo, a bandana tem algumas formas de ser usada, conforme a necessidade do ciclista.

Formas de usar bandana no ciclismo

Trouxemos 12 maneiras de usar a bandana no ciclismo para inspirar você. Por possuir um formato tubular, ela é um acessório muito versátil, que se desdobra em diversas formas, que podem ser usadas conforme você precisa.

No ciclismo, o mais comum é servir de proteção para o couro cabeludo, pois o capacete de ciclismo tem aberturas de ventilação pelas quais o sol entra, o que pode queimar a sua pele. Seu uso também pode auxiliar para que o suor não escorra pelo rosto.

Em dias mais frios ela também serve como proteção para o pescoço e rosto, utilizada como cachecol ou máscara.

Lembrando que, qualquer que seja o formato escolhido, a bandana deve sempre ser combinada com o uso do capacete. Se você achar que a forma como decidiu usar a bandana pode reduzir a proteção do capacete, reveja e use sempre de forma que o capacete esteja no centro da sua cabeça, bem encaixado e ajustado de maneira firme ao seu rosto.

Bandana bicicleta

1.  Cachecol

Basta inserir a bandana de ciclismo no pescoço, pois como ela tem o formato tubular, ela é capaz de proteger o seu pescoço do vento e do frio, atuando com um cachecol.

2.  Máscara

Subindo um pouco da posição de cachecol, elevando-o para a face, você pode transformar a bandana em uma máscara, para proteger do frio e do vento.

É importante ressaltar que ela protege bem contra pó e poeira, mas não deve ser usada para impedir a disseminação de partículas virais, como o coronavírus.

Apesar de ser melhor do que não utilizar nada, uma pesquisa da Universidade Atlântica da Flórida mostrou que a capacidade de impedir que o vírus seja transmitido é muito inferior, comparada às máscaras que cobrem adequadamente o nariz e a boca.

3.  Capuz

Puxando ainda mais pra cima, a partir do formato máscara, tirando da boca e do nariz e passando a bandana por trás da cabeça, pegando as orelhas e cobrindo a cabeça, você transforma o acessório em um capuz, ficando apenas com o rosto exposto, com pescoço, orelhas e couro cabeludo protegidos.

4.  Balaclava

Ainda no formato capuz, você pode pegar o tecido excedente abaixo do seu pescoço, puxando-o para cima, de forma que agora além de pescoço, orelhas e couro cabeludo protegidos, seu nariz e boca também fiquem cobertos. Esse é o formato balaclava, em que apenas seus olhos ficam expostos.

Veja também:
Saiba tudo sobre pneu tubeless para bike
Descubra como saber o tamanho da bike para comprar
8 dicas para aumentar a sua velocidade no ciclismo

5.  Testeira

Como o nome já diz, é quando você utiliza a bandana na região da testa, ajustando-a para ficar só na testa. Como bandanas de ciclismo costumam ser feitas de uma combinação de poliéster com elastano, elas são muito ajustáveis ao formato que você moldar.

Esse formato é ideal para quem costuma suar muito durante os treinos. O formato de testeira impede que o suor escorra pelo rosto, chegando aos olhos, o que pode incomodar bastante as pedaladas, né?

6.  Touca

Você também pode ajustar a bandana para que ela fique apenas na sua cabeça em formato de touca, tapando também a testa, parecida com aquelas toucas de natação. Ideal para proteger o couro cabeludo.

7.  Legionário

A partir do formato touca, outro jeito interessante de usar a bandana é o do legionário, que é a combinação de touca com uma proteção extra para o seu pescoço. Esse estilo é muito usado por quem anda pelo deserto, para proteger o couro cabeludo do sol e também o pescoço, na parte de trás.

Basta deixar uma parte extra sobrando por baixo do formato touca e contar com essa proteção a mais.

8.  Lenço

Se você tem cabelos longos, a partir do formato touca, pode colocar os cabelos por dentro da bandana, impedindo de ficarem soltos e acabarem atrapalhando a sua visibilidade por causa do vento. E o lenço ainda costuma ficar visualmente bonito.

9.  Pirata

Jeito muito usado por motociclistas, é possível se aproveitar do formato de tubo da bandana para criar uma touca pirata.

Basta colocar as duas mãos cruzadas internamente na bandana, puxando os lados para fora, que vai formar um nó, que não deve ficar bem no meio do acessório: um lado deve ser maior, que é a parte que vai na cabeça. A parte menor, será o nozinho de pirata.

Para o ciclista, esse formato encaixa bem com o capacete, pois o nó não pega no capacete, que fica na parte superior da cabeça, protegendo seu couro cabeludo do sol que entra pela ventilação do capacete.

10.  Boné

Mesma ideia da touca, só que aqui você tira a bandana da testa, protegendo exclusivamente o couro cabeludo.

11.  Faixa

Indicado para quem tem cabelos longos também, esse formato é quando a bandana é inserida de maneira mais fina, como na testeira, mas não fica na testa: fica entre onde começa o cabelo e a parte inferior do pescoço, podendo ou não tapar as orelhas, como você preferir.

12.  Prendedor

Por fim, você também pode usar a bandana como um rabicó de cabelo, prendendo ele exatamente como no processo com o rabicó, lacinho ou xuxinha.

Gostou das nossas dicas sobre como usar bandana no ciclismo? Então compartilhe com seus amigos e siga acompanhando o nosso blog para mais dicas como essas!

Material enviado com sucesso!

Em alguns instantes você vai receber os materiais na caixa de entrada do seu e-mail. Caso não receba, lembre-se de conferir o SPAM ou Lixo eletrônico.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário