Quando e como usar compressa de gelo?

Saiba quando usar a compressa de gelo e quando a bolsa de água quente pode ser a mais indicada, conhecendo a diferença entre elas e os benefícios que o gelo traz ao ser aplicado no local lesionado.

Compressa de gelo

Quando o atleta sofre pequenos traumas causados por pancadas ou quedas é indicado usar compressa de gelo ou de água quente para aliviar as dores e as tensões. Porém, cada uma serve para um grupo de tensões ou traumas bem específicos e por isso é importante conhecer as diferenças que existem entre ambas e os benefícios que trazem ao atleta.

Vale ressaltar que, em caso de traumas, dores ou inchaços persistentes após o uso diário durante sete dias, é fundamental a consulta com um médico especialista.

Outra dica importante é o tempo, pois a aplicação sobre a pele aumenta a sensibilidade e pode causar queimadura nas duas situações, além disso, você não deve colocar qualquer compressa em machucados abertos.

Dito isso, confira abaixo algumas informações a respeito dessa técnica.

O que o gelo faz na inflamação?

Basicamente, ele auxilia na redução do fluxo sanguíneo do local em que é aplicada, ajudando a desinchar a lesão.

A compressa de gelo também possui benefícios analgésicos que iniciam após cinco minutos de uso contínuo. Inclusive, o gelo pode ser usado até 48h depois do ocorrido.

Além disso, ele faz com que o hematoma ou edema ocasionado diminua consideravelmente, assim como faz com que a dor da lesão seja reduzida de maneira acelerada.

É indicado usar a compressa de gelo quando:

  • for vacinado;
  • estiver com dor de dente;
  • sofrer pancadas;
  • houver torções;
  • dores no joelho;
  • traumas; e
  • quedas.

Como fazer compressa de gelo?

O ideal é utilizar uma bolsa para compressa de gelo, que deve ser emborrachada e pode ser preenchida com cubos de gelo ou, na maioria dos casos, utilizar uma bolsa térmica de gel que pode ser congelada para o uso ou aquecida no micro-ondas para fazer compressas quentes.

Independentemente de qual bolsa for utilizar para realizar o procedimento, nenhuma delas deve ser pressionada diretamente na pele, pois pode deixar a região sensível, vermelha e irritada. O gelo também pode queimar a pele, por isso é fundamental tomar cuidado com o uso.

Para que as queimaduras não aconteçam, o indicado é envolver a bolsa gelada em uma toalha e somente depois colocá-la na região lesionada.

Mantenha a bolsa pressionada sob o local por mais ou menos 15 minutos, dependendo do quão lesionado estiver.

Em situações mais leves, a compressa gelada deve durar apenas 10 minutos. Repita o procedimento em média de três a quatro vezes ao dia.

Os sintomas de inchaço ou edemas devem desaparecer em aproximadamente sete dias, caso o procedimento seja realizado respeitando o tempo e a quantidade diária de pressão indicados.

Se não houver melhora significativa, consulte um especialista para exames mais detalhados e lembre-se de que o uso incorreto da bolsa de gelo pode agravar a lesão.

Quando usar compressa de gelo ou água quente?

A água quente funciona como um relaxante muscular, por isso é indicada para torções, dores nas costas e lesões ocasionadas por excesso de exercícios físicos.

Quando a bolsa com água quente é pressionada no local tensionado, ela faz a função inversa do gelo, ou seja, a água quente dilata o vaso sanguíneo, aumentando o fluxo de sangue na região. Por conta disso, acaba contendo o fluxo inflamatório ocasionado, trazendo uma sensação de relaxamento e alívio da tensão.

Além de melhorar dores musculares e tensões, ela também auxilia na redução das cólicas menstruais.

Em poucas palavras, o gelo reduz o fluxo sanguíneo enquanto a bolsa de água quente aumenta. Por esse motivo é comum que fisioterapeutas indiquem a combinação das duas formas de compressão em um mesmo tratamento.

A terapia combinada é conhecida como contraste e serve exatamente para contrair e dilatar o fluxo de sangue, permitindo uma maior circulação sanguínea na área afetada.

Sendo assim, confira abaixo para que serve cada um dos tipos de compressa para lesões de forma mais resumida.

Compressa de gelo

Ideal para dores de dente, quedas, traumas, redução de inchaço, hematomas e tratamento para desconforto após a vacinação.

Compressa de água quente

Indicada para dores musculares, cólica, tensão muscular e distensão.

Compressa intercalada de gelo e água quente

Alternar as bolsas de água quente e fria auxilia no tratamento de infecções, inflamações, dores de cabeça e musculares causadas por nervosismo ou mau jeito muscular.

Por último, nunca realize compressa de água quente em locais com hematomas ou traumas agudos em menos de 72 horas do evento, já que ela tende a piorar o inchaço, a dor e o hematoma.

Material enviado com sucesso!

Em alguns instantes você vai receber os materiais na caixa de entrada do seu e-mail. Caso não receba, lembre-se de conferir o SPAM ou Lixo eletrônico.

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário