O que é Fadiga Muscular? Conheça as causas e tratamentos

Entender o que é fadiga muscular, quais as causas e os meios de prevenção pode ajudar o atleta a lidar com o problema da melhor maneira possível.

Fadiga muscular causa e tratamento.

Não há dúvidas de que levar uma vida saudável é importante, mas o que inclui esse estilo de vida? Considera-se uma pessoa saudável quem pratica atividades físicas regularmente, mantém uma boa alimentação (sem exageros e bem equilibrada, com todos os tipos de vitaminas e nutrientes) e, além disso, mantém os cuidados com a saúde e consultas médicas em dia.

Dito isto, há quem fique obcecado com a estética do corpo ou com a própria adrenalina de praticar esportes, o que pode levar a um sério problema: a fadiga muscular. Existem diferentes maneiras de ocorrer, mas, de maneira geral, ela acontece quando a pessoa exagera no esforço físico.

Apesar de muitas vezes ser confundido com um cansaço mais acentuado, esse problema precisa ser investigado a fundo quando diagnosticado. Explicaremos a seguir o que é e o que pode causar a fadiga muscular.

O que é fadiga muscular

De maneira geral, a fadiga muscular se define como um cansaço excessivo que impossibilita um bom desempenho durante as atividades físicas. Mas vale frisar que existem vários tipos, por exemplo: a fadiga muscular central, a periférica, a fadiga de verão, a acumulada, a fadiga mental, a síndrome de fadiga crônica e a síndrome de burnout.

Cada uma pode ser originada por motivos diferentes, às vezes por excesso de esforço outras por estresse ou até mesmo pelo uso de alguns medicamentos.

Como ocorre a fadiga muscular

O que pode causar fadiga muscular varia entre alguns fatores, como o mais conhecido excesso de exercícios físicos, mas também pode ser por conta de uma reação ao estresse excessivo ou trabalho intelectual intenso. Além destes, há alguns outros motivos relacionados à saúde que causam a fadiga, como problemas hormonais, desnutrição, insuficiência cardíaca e bronquite.

Por isso, entre outros motivos, é de extrema importância fazer consultas ocasionais ao médico para conferir seu quadro de saúde.

Sintomas

Para um médico considerar dar este diagnóstico, é preciso apresentar vários sintomas associados ao cansaço. Quando for ao médico para investigar um caso de fadiga, ele irá analisar se você possui alguns dos seguintes sintomas:

  • Falta de vontade;
  • Humores variáveis (principalmente tristeza);
  • Dificuldade de concentração;
  • Dores de cabeça;
  • Dores musculares;
  • Dificuldade de levantar pela manhã mesmo após boas horas de sono;
  • Imunidade baixa (facilidade para contrair doenças).

Caso o diagnóstico se confirme, o profissional da saúde irá pedir um histórico clínico e alguns exames de sangue para entender qual a causa da fadiga muscular e qual a melhor maneira de resolver o problema.

Tratamento

Dependendo da gravidade da situação, a fadiga pode ser resolvida com melhores noites de sono ou com suplementos alimentares e, em casos mais drásticos, com medicamentos.

Às vezes a fadiga é associada a algum transtorno mental, tal como a depressão, e nesse caso, será necessário o encaminhamento a um médico psiquiatra para tratar do problema a longo prazo.

Não é possível dar uma resposta direta sobre o tratamento da fadiga, já que este pode variar de acordo com cada pessoa e cada caso em particular. De maneira geral, para acabar com ela, pode ser necessário aliviar a rotina do dia a dia, ter dias de folga em caso de prática de atividade física intensa, manter uma alimentação balanceada e nunca começar ou interromper medicamentos sem orientação profissional.

Prevenção

Para prevenir esse problema, por outro lado, já é possível ter alguns direcionamentos mais objetivos, como, por exemplo, evitar treinos pesados todos os dias. O ideal é alternar entre treinos pesados e leves, ou até mesmo tirar alguns dias de folga durante a semana. Além disso, realizar treinos leves em dias quentes e úmidos ajuda a aliviar os sintomas de cansaço.

Mais do que isso, manter-se hidratado e bem alimentado é meio caminho andado para evitar o cansaço excessivo. Até porque esses dois fatores ajudam a manter o corpo funcionando bem e melhoram as noites de sono, assim como previnem ocasionais faltas de nutrientes ou vitaminas.

Além da fadiga

De acordo com o nível do problema, pode ser que um simples período de descanso resolva a questão, mas há situações em que a fadiga causa problemas maiores por conta da falta de concentração e coordenação motora que ela traz. Para quem tem responsabilidades como cuidar de filhos pequenos ou dirigir, por exemplo, isso pode ser uma situação bastante séria e grave - que requer intervenção médica imediata.

Algumas pessoas também podem acabar se isolando da família e amigos, desencadeando problemas emocionais e diminuindo a qualidade de vida. O que, na maioria das vezes, pode ser resolvido com alguns dias de folga, outras precisa de acompanhamento profissional para ser tratado com maior efetividade.

Se você pratica esportes com frequência e leva uma rotina agitada, considere agendar uma consulta médica para garantir que sua saúde está em dia e previna a fadiga muscular!

Material enviado com sucesso!

Em alguns instantes você vai receber os materiais na caixa de entrada do seu e-mail. Caso não receba, lembre-se de conferir o SPAM ou Lixo eletrônico.

O que você achou do post?

2 Respostas

Deixe seu comentário