Saiba como tratar e prevenir a dor no Tendão de Aquiles

Entenda o que causa a tendinite de Aquiles e descubra a melhor forma de prevenir e tratar este tipo de lesão.

Tendão de aquiles tratar prevenir

A dor no tendão de Aquiles pode significar que existe uma pequena inflamação na região, que é responsável por conectar a musculatura da panturrilha ao osso do calcanhar. Quando surge a dor, chamamos de “tendinite de Aquiles”.

Mesmo com o tendão de Aquiles inflamado, a gravidade do problema varia muito e costuma apresentar melhora dos sintomas entre 7 a 15 dias após o início de algum tratamento, para casos de lesões mais leves. Porém, também pode se agravar sem os cuidados necessários.

A dor afeta geralmente atletas iniciantes devido a algum esforço físico ao começar a correr, caminhar ou saltar. Mas existem outros motivos que podem gerar a inflamação e afetar qualquer pessoa, por isso é importante entender melhor esse problema. Vamos lá?

Causas da tendinite de Aquiles

A tendinite de Aquiles ocorre devido ao estresse contínuo sobre o tendão, ou seja, esforço repetitivo e alterações repentinas de hábito.

Ainda que os esportistas, corredores e saltadores sejam os mais afetados, a inflamação no tendão de aquiles pode surgir em praticantes iniciantes de esportes e pessoas que não realizam atividades físicas.

Alguns fatores que influenciam o surgimento da tendinite de Aquiles são, por exemplo:

  • excesso de treino;
  • esforço no treino sem preparo físico;
  • aumento repentino na rotina de treinos;
  • correr em terreno irregular;
  • presença de esporões ósseos;
  • caminhar com frequência na “ponta dos pés”;
  • usar salto alto por muito tempo ou com frequência;
  • usar sapatos muito apertados; e
  • mudança brusca de terreno.

Sintomas de tendinite de Aquiles

Os sintomas normalmente são dores no tendão de Aquiles e rigidez na área do calcanhar, surgindo, então, principalmente atrás do pé, da perna ou “barriga da perna”.

Pode aparecer aos poucos e aumentar gradualmente, ficando mais intenso ao realizar atividades físicas.

Os sintomas podem se apresentar ao subir escadas, rampas inclinadas, aumento de velocidade na corrida, início de de uma atividade física ou ao se levantar pela manhã.

Como tratar a dor no tendão de Aquiles

Descanso

Ao sentir dor, a primeira coisa a ser feita é evitar qualquer atividade que possa agravar os sintomas.

Em casos de atletas e pessoas que precisam manter uma rotina de exercícios, existe a alternativa de realizar atividades de baixo impacto que causam menos estresse sob o tendão, como a natação.

Compressa gelada/gelo

Para aliviar a dor e diminuir a inflamação, compressas geladas e de gelo são muito úteis. A compressa gelada por ser mantida sobre a pele até que volte para a temperatura natural, porém, o gelo deve ser aplicado somente por 15 minutos para não queimar.

Mais tarde, no mesmo dia, pode ser mais uma vez aplicado o gelo durante os mesmos 15 minutos, mas lembre-se: ele não deve ter contato direto com pele.

Para aplicá-lo no tendão de Aquiles, utilize, por exemplo, uma toalha.

Fisioterapia

A fisioterapia é o tratamento mais indicado para dores recorrentes no tendão de Aquiles porque o profissional criará um programa de reabilitação ideal para o problema, além de indicar exercícios de alongamento para fazer em casa que possa fortalecê-lo.

Para o alívio da dor e redução da inflamação, consulte um médico do esporte, ortopedista ou fisioterapeuta.

O não tratamento pode ocasionar a necessidade de cirurgia por dor constante sem melhora, em até seis meses, ou para casos de ruptura do tendão de Aquiles.

Como prevenir lesões no tendão de Aquiles

  • Realize exercícios de fortalecimento e alongamento da região da musculatura da fáscia plantar, na cadeia muscular posterior da perna e panturrilha;
  • alterne entre exercícios de alto impacto e de baixo impacto;
  • mantenha o condicionamento físico sem sobrecarregar a região do tendão de Aquiles;
  • inicie uma rotina de exercícios gradualmente;
  • não corra em superfícies instáveis, solos duros ou escorregadios sem preparo; e
  • utilize calçados confortáveis e ideais para os seus pés.

Lembre-se de dar descanso ao seu corpo, pois realizar atividades físicas diariamente sem permitir a recuperação dos músculos ou variar as intensidades, pode ocasionar lesões não somente no tendão, como em qualquer das musculaturas do seu corpo.

Material enviado com sucesso!

Em alguns instantes você vai receber os materiais na caixa de entrada do seu e-mail. Caso não receba, lembre-se de conferir o SPAM ou Lixo eletrônico.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário