Saiba qual a alimentação ideal para atletas de Crossfit

Independente do seu objetivo ao praticar crossfit, é importante que a sua dieta contenha os nutrientes ideais para antes, durante e depois do treino.

Atleta Crossfit

O crossfit se tornou um esporte muito popular neste último ano e um dos motivos é porque ele é um treinamento rápido e intenso, perfeito para quem quer um esporte explosivo e tem pouco tempo para se exercitar durante a semana.

Além disso, também caiu no gosto dos atletas devido à facilidade de acesso e variedade de treinos possíveis, fazendo com que qualquer pessoa consiga praticar o crossfit.

Para tirar o melhor proveito desse tipo de treinamento, os atletas de crossfit precisam ter alguns cuidados com o condicionamento físico, frequência cardíaca e alimentação. Por ser um esporte que exige muito do atleta, é importante prestar atenção na dieta - e não apenas nos alimentos, mas também nos horários em que está comendo.

Isso fará uma grande diferença na eficiência do treino e no desempenho do atleta. O ideal é que cada pessoa vá a um profissional para saber se possui deficiência de algum nutriente ou vitamina. É necessário conferir também qual o seu percentual de gordura e qual a rotina que segue no dia-a-dia.

A partir de todos esses detalhes, será possível montar uma dieta bem personalizada. Mais do que isso, a alimentação ideal também irá depender do objetivo do atleta, seja perder peso, ganhar massa muscular, etc.

Antes do treino

É recomendado consumir, antes de todos os treinos, alimentos ricos em carboidratos e minerais, além de calorias, já que estes ajudam a dar energia e equilibram o bem-estar do organismo.

Por isso, o grupo de alimentos alcalinos deve ser mantido na dieta para ser ingerido neste momento. Estão inclusos nesse grupo alimentar: batata doce, lentilha, sementes, ameixa, grão de bico, entre outros. Além desses, pães, tapioca e frutas também são boas opções de consumo.

Importante lembrar que a refeição pré-treino deve ser feita com uma ou duas horas de antecedência.

Durante o treino

Durante um treino mais longo (passando de duas horas de duração), você também pode pensar em algum lanche contendo mais carboidratos para repor as energias de maneira mais eficiente. Os alimentos alcalinos são uma opção para esse momento ou ainda apenas cubos de gengibre com água para combater inflamações do estresse do corpo.

Além disso, suplementos nutricionais também podem ser usados, desde que estejam de acordo com os nutrientes e demais propriedades que você precisa. Certifique-se de conversar com um profissional da saúde para conferir essa parte.

Depois do treino

Após finalizado o treino, o ideal é também ingerir carboidratos e, dessa vez, acompanhados de alguma proteína. Uma refeição contendo uma porção de arroz e algum tipo de carne, por exemplo, cumpre bem esse papel.

O melhor é que sejam carnes magras, como peixe ou frango. Se não quiser fazer uma refeição muito elaborada, incluir essas carnes em um sanduíche ou um omelete também são boas pedidas para o seu lanche pós-treino.

Conclusão

De maneira geral, os alimentos para uma dieta de atletas de crossfit são ricos em:

  • Carboidratos complexos e simples: fornecem energia e recuperação mais rápida e eficiente ao corpo do atleta;
  • Proteína animal e vegetal;
  • Vitaminas e minerais;
  • Frutas e vegetais: possuem nutrientes essenciais para praticantes do esporte, além de possuírem efeito antioxidante e aumentarem a imunidade.

Mas claro, a alimentação muda e precisa ser adaptada de acordo com o que cada atleta precisa e de acordo com o objetivo que cada um tem.

Existem até muitos atletas de crossfit que adotam a dieta paleo, onde não se consome qualquer tipo de alimento que passou por processamento industrial, optando apenas por alimentos naturais.

Às vezes pode ser indicado o uso de suplementos, como o whey protein, mas mais uma vez: depende da pessoa e do objetivo!

Material enviado com sucesso!

Em alguns instantes você vai receber os materiais na caixa de entrada do seu e-mail. Caso não receba, lembre-se de conferir o SPAM ou Lixo eletrônico.

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário