Saiba como a corrida ajuda a definir o abdômen

A corrida alinhada a uma boa alimentação ajuda a fortalecer os músculos e a definir o abdômen. Veja como se preparar para correr e aproveitar para perder barriga.

Correr define abdômen

Você já se perguntou se correr define o abdômen? Nós temos a resposta: sim, é possível chegar ao tão desejado resultado através de uma alimentação equilibrada e com uma rotina consistente de treino. Por ser uma atividade aeróbica, a corrida acelera o metabolismo e é um dos exercícios mais eficientes para a perda de peso.

Além do mais, a queima de calorias não acontece somente durante a prática. O organismo se mantém acelerado devido ao aumento de consumo de oxigênio, o que auxilia no gasto calórico mesmo horas depois da atividade. E não é só isso: a atividade traz inúmeros benefícios para a saúde.

Por se tratar de uma atividade que exige bastante da ativação muscular, a corrida pode ser tão intensa quanto qualquer outro exercício e, por isso, ao correr, hormônios como endorfina e dopamina são liberados, ajudando no combate ao estresse.

E o melhor: o exercício promove a circulação sanguínea, sendo ideal para pessoas sedentárias, hipertensas, com diabetes e colesterol alto.

Como correr pode ajudar a definir o abdômen

Com o hábito de correr, a chance de retenção de líquidos é menor, bem como a prisão de ventre e o inchaço, ou seja, a prática acaba contribuindo para um funcionamento mais ativo do intestino. Essa pequena mudança de hábito leva ao fortalecimento dos músculos do abdômen.

Apesar de ser uma atividade que promove o bem-estar e inúmeros benefícios para a saúde, a corrida resulta em melhores efeitos quando alinhada a uma boa alimentação rica em fibras e em proteínas, além do consumo de, no mínimo, 1,5L de água por dia. Sem deixar de fora, é claro, legumes, verduras e frutas.

No entanto, iniciar uma prática sem o preparo muscular adequado pode trazer sérias lesões ao seu corpo, retardando a perda de peso e a definição abdominal. Por isso, fazer os devidos alongamentos é o primeiro passo para um efeito mais satisfatório e livre de dores, principalmente na região lombar.

Como a musculatura do abdômen é o principal sustento para o movimento do quadril na corrida, é necessário concentrar a força no core, distribuindo melhor o peso e tornando a atividade mais leve e segura.

Ou seja, com a contração adequada, o abdômen se mantém firme e garante uma melhor postura na hora de correr.

Como começar a praticar corrida?

Se você é um atleta iniciante na prática, o recomendado é começar intercalando períodos de caminhada com pequenos intervalos de trotes leves. Essa rotina faz com que você não sinta tanto o impacto do exercício logo de cara e possa se adaptar à velocidade que for mais confortável para você sem cansar muito.

Além disso, é importante usar roupas leves e escolher um tênis específico para corrida. Afinal, algumas pessoas possuem diferentes tipos de pisada e a prática pode se tornar desconfortável se o atleta utilizar um sapato que não é adequado ao esqueleto do seu pé.

Quanto ao local, opte por parques com pistas de caminhada. Contar com um terreno plano e estável é uma ótima forma de pegar gosto pela prática e evitar lesões por conta de terrenos irregulares.

Se a sua ideia é praticar na rua, pegue experiência em um local mais plano primeiro para não se machucar.

Quais os benefícios de correr?

Para quem decide iniciar a prática por conta própria, a corrida pode ser relaxante e um ótimo fator para melhorar o humor, já que a atividade libera hormônios como a adrenalina, endorfina e dopamina, responsáveis pelas sensações de bem-estar e felicidade.

Além disso, correr também acelera o metabolismo, fator essencial para auxiliar na perda de peso, sem contar nos grupos musculares que são ativados por conta do exercício, que define a panturrilha, vários músculos da perna, bumbum e também o abdômen.

No entanto, vale ressaltar que, para atingir mais rápido o objetivo de perda de peso, o ideal é fazer sessões de 30 minutos de corrida em uma frequência de 3 a 4 vezes por semana.

Para quem tem problemas cardíacos e sanguíneos, a prática também pode ser recomendada por um médico, já que a vantagem é que o exercício melhora a capacidade de circulação do sangue, combatendo doenças como hipertensão, diabetes, taquicardia e colesterol alto.

Em relação aos benefícios para a saúde mental, o corredor pode perceber:

  1. Redução dos sintomas da ansiedade.
  2. Alívio do cansaço.
  3. Mais disposição para tarefas do dia a dia.
  4. Melhora do sono devido à maior produção de melatonina.

Só vantagens, não é? Algumas delas são perceptíveis logo após a primeira prática, enquanto algumas levam mais sessões para surtirem efeito.

Quanto tempo de corrida para perder barriga

Quem quer perder barriga correndo deve praticar a atividade pelo tempo estimado de 30 a 45 minutos por sessão, podendo correr de 3 a 4 vezes por semana. Vale lembrar que ultrapassar esse limite requer um grande desempenho físico, geralmente realizado por atletas de alto rendimento, como maratonistas profissionais.

No entanto, para determinar o tempo de atividade é preciso levar em consideração dois pontos: condição corporal e ritmo. Como se sabe, a corrida exige esforço físico e, portanto, se você for iniciante, fazer uso de muita intensidade na hora da largada prejudicará o resto do percurso e o seu rendimento.

Por isso, o ideal é aumentar o ritmo de corrida aos poucos, respeitando o seu limite. Por exemplo, se a meta inicial é correr 1 km, pare para descansar nos primeiros 500 metros. Essa pausa é fundamental para se adaptar à nova prática esportiva, além de evitar possíveis lesões ao exigir demais de um corpo que não está acostumado a correr.

Assim que superar a meta, é possível aumentar o percurso em 10% a cada semana. Esse aumento de ritmo é saudável e evita dores que dificultam o exercício e, consequentemente, os ganhos de força e definição muscular. Aos poucos, a atividade deixa de ter uma dificuldade inicial e se torna cada vez mais prazerosa.

Você também pode intercalar o ritmo e o trecho percorrido a cada semana. Tudo isso para que o seu corpo se acostume à atividade física e ainda obtenha resultados significativos com o tempo adequado de descanso.

Cabe lembrar que uma boa noite de sono é indispensável para se recuperar totalmente do desgaste muscular. Falando nisso, você sabia que a corrida é um dos esportes que ativam músculos do corpo inteiro durante a prática?

Quais os músculos que são trabalhados na corrida

Conhecida por ser uma atividade completa, a corrida ativa o corpo todo durante a prática, o que faz com que seja um dos exercícios mais recomendados para perda de peso e aumento de resistência muscular. Conheça os cinco músculos mais acionados durante a prática:

  1. Glúteo máximo
  2. Quadríceps
  3. Panturrilha
  4. Isquiotibiais
  5. Bíceps e deltoide

Interessante, não é? Que tal começar a correr e perder aquela barriguinha hoje mesmo? Não esqueça de contar com o acompanhamento de um profissional qualificado, alongamento prévio e uma alimentação adequada para melhores resultados, viu?

Material enviado com sucesso!

Em alguns instantes você vai receber os materiais na caixa de entrada do seu e-mail. Caso não receba, lembre-se de conferir o SPAM ou Lixo eletrônico.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário